Friday, March 07, 2008

O Tempo...

"Nunca nos detemos no momento presente. Antecipamos o futuro que nos tarda, como para lhe apressar o curso; ou evocamos o passado que nos foge, como para o deter: tão imprudentes, que andamos errando nos tempos que não são nossos, e não pensamos no único que nos pertence; e tão vãos, que pensamos naqueles que não são nada, e deixamos escapar sem reflexão o único que subsiste. É que o presente, em geral, fere-nos. Escondemo-lo à nossa vista porque nos aflige; e se nos é agradável, lamentamos vê-lo fugir. Tentamos segurá-lo pelo futuro, e pensamos em dispor as coisas que não estão na nossa mão, para um tempo a que não temos garantia alguma de chegar.
Examine cada um os seus pensamentos, e há-de encontrá-los todos ocupados no passado ou no futuro. Quase não pensamos no presente; e, se pensamos, é apenas para à luz dele dispormos o futuro. Nunca o presente é o nosso fim: o passado e o presente são meios, o fim é o futuro. Assim, nunca vivemos, mas esperamos viver; e, preparando-nos sempre para ser felizes, é inevitável que nunca o sejamos."


-- Blaise Pascal, in "Pensamentos"

"Morremos a lutar para nascer. Nunca fomos, nunca somos. Estamos sempre na contigência de vir a ser, separados, desligados sempre. Sempre do lado de fora."

-- Henry Miller


"O tempo é um nada! O passado já foi, o presente já não é e o futuro já deixou de o ser..."

-- Num dos meus primeiros momentos de senilidade não me recordo de quem escreveu esta citação. Enfim a idade tem destas coisas! :)

2 Comments:

Blogger tita said...

O que faz ter 27 anitos :)
Beijito***

2:11 PM  
Blogger me within me said...

Henry Miller, esse grande senhor do erotismo, também escreveu um dia "...in the end, i think of music as the saving grace for all humanity." (Henry Miller). Frase esta que é utilizada num vídeo espectacular de uma banda sublime... :) e ele sabe do que escreve. O que seríamos de nós, mesmo depois da luta para nascer, sem música para nos alegrar os dias? :)

2:29 PM  

Post a Comment

<< Home