Monday, August 10, 2009

Aventura 10/08/2009 - Lixa -> Felgueiras - Etapa da Volta

Posso até cometer uma heresia, mas uma religião caracteriza-se pelo culto, pela dedicação, pela devoção e acima de tudo pela fé. Pelo amor que esta gente dedica, apenas por carolice, pela camisola colorida. Pelas madrugadas que não se dormem na cama mas em cima da bicicleta. Por isso e muito mais digo que o ciclismo é mais que uma paixão é uma religião. É a minha religião!

O dia começou cheio de coisas boas e doces, afinal de contas hoje é dia de prova, e nada melhor que um bom pequeno almoço no Hotel Navarras, para dar força ao cicloturista :). Depois está na hora de abandonar o Hotel despedindo-me da amabilidade e acolhimento destas gentes, que tanto gabo e que tanto me afastam da terra onde nasci.

À chegada à Lixa já muitos companheiros de jornada aqueciam os músculos ou montavam as bicicletas. Cá estava eu também a preparar-me para a Etapa da Volta.

Antes da partida tempo de reunir com a malta de Viseu e preparar a estratégia e para as fotos da praxe.

Lá fomos nós a ritmo bem elevado até às primeiras dificuldades. Chegaram as primeiras subidas e la estavam os 15kms sempre a subir debaixo de uma calor tórrido que nos fizeram esvaziar as garrafas e bidons que levamos. É de salientar o público que aplaudiu, que incentivou e transmite sempre força para mais duas pedalas vigorosas e um arrepio na espinha. E claro ficam sempre momentos memoráveis e tipicamente nortenhos como quando descolei do grupo da frente: "FORÇA C...LHO ELES ESTÃO JÁ ALI!!!".

Segui-se então uma descida até Felgueiras, onde voltei a reentrar no grupo da frente.

Já em Felgueiras faltavam-nos os últimos 1.7kms, "as paredes". Se há céu e inferno, ali foi sem dúvida alguma, o purgatório! Se pecados tenho ficaram nesta subida de 18% de inclinação! Pela primeira vez na vida, após meia subida em cima da bicicleta, desci e fiz parte da subida a pé. Tempo para umas fotos!

Da experiência fica a certeza de que para o ano há mais e lá estarei para sentir novamente as mesmas emoções que senti, os mesmos incentivos que ouvi, sentir esse carinho do Norte e claro fazer melhor do que o 415º lugar (de 800).



A malta antes da partida...




Eu antes da partida...


A "parede" para o Monte da Santa Quiteria... Nem a Santa me ajudou

1 Comments:

Blogger Catarina said...

Ora cá estão os momentos de partilha...aguardei por eles "religiosamente", como quem aguarda o oração dos fiéis :D, afinal o Ciclismo é uma religião :P ... só mesmo tu... :D:D:D

11:24 PM  

Post a Comment

<< Home